14 de maio de 2015

Sonho em realidade: David Nicholls na Bienal RJ


Fala galera! Tudo bem? Porque aqui está ótimo, maravilhoso, estou surtando!

Vocês lembram do post sobre a Minha Bienal Dos Sonhos? Então, um dos autores que apareceram por lá foi o meu favorito, David Nicholls, e adivinha: ELE VEM PRA BIENAL SIM! Eu tô cheia de felicidade *-*

Na verdade acho que essa notícia foi divulgada a um tempinho, porém, como eu sou super antenada nas notícias (#sqn) só fui descobrir hoje ao ler um texto da Heloiza Daou que é gerente de marketing da Editora Intrínseca. No texto ela conta sobre o dia em que conheceu o David Nicholls, um dos autores favoritos dela também!

Fui eu pesquisar o dia que ele virá pra já ir me programando, mas ainda não foi divulgado. Acho que vou separar os dez dias inteiros da bienal na minha agenda pra não ter erro!

O Meu primeiro contato com o autor foi aos 15 anos, quando ganhei de presente de aniversário o livro "Um Dia" de uma amiga (obrigada Ana) e foi o suficiente para me apaixonar pela história, a forma como é contada. Também li "O Substituto" e "Resposta Certa" que também #amo.


Sinopse: "Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.

Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida."

"Vinte anos. Duas pessoas."


Esse livro deu origem ao filme "Um Dia" que eu assisto todo 15 de julho, não pode faltar! E agora, nesse mês de Maio foi lançado aqui no Brasil, também pela Intrínseca o livro "Nós" do mesmo autor que eu não vejo a hora de ler!

Sinopse: "Certa noite, Douglas Petersen, um bioquímico de 54 anos apaixonado pela profissão, por organização e limpeza, é acordado por Connie, sua esposa há 25 anos, e ela lhe diz que quer o divórcio. O momento não poderia ser pior. Com o objetivo de estimular os talentos artísticos do filho, Albie, que acabou de entrar para a faculdade de fotografia, Connie planejou uma viagem de um mês pela Europa, uma chance de conhecerem em família as grandes obras de arte do continente. Ela imagina se não seria o caso de desistirem da viagem. Douglas, porém, está secretamente convencido de que as férias vão reacender o romance no casamento e, quem sabe, também fortalecer os laços entre ele e o filho. Com uma narrativa que intercala a odisseia da família pela Europa — das ruas de Amsterdã aos famosos museus de Paris, dos cafés de Veneza às praias da Barcelona — com flashbacks que revelam como Douglas e Connie se conheceram, se apaixonaram, superaram as dificuldades e, enfim, iniciaram a queda rumo ao fim do casamento, Nós é, acima de tudo, uma irresistível reflexão sobre a meia-idade, a criação dos filhos e sobre como sanar os danos que o tempo provoca nos relacionamentos. Sensível e divertido, com a sagacidade e a inteligência dos outros livros do autor, o romance analisa a intrincada relação entre razão e emoção."

O Autor:
Formado em literatura e teatro inglês, optou pela carreira de ator e recebeu uma bolsa na American Musical and Dramatic Academy de Nova York. De volta a Londres, atuou em espetáculos teatrais no Battersea Arts Centre, The Finborough, West yorkshire Playhouse e Birmingham Repertory Theatre. Entre uma peça e outra, em Londres, Nicholls trabalhava como vendedor na rede de livrarias Waterstone's, em Notting Hill. Após trabalhos freelance, conseguiu emprego como leitor de peças e pesquisador da BBC Radio Drama, o que o levou á edição de roteiros na London Week Television e na Tiger Aspect Productions. Nessa época, começou a escrever e adaptou a peça de Sam Shepard, Simpatico, que se tornou um filme estrelado por Sharon Stone e Nick Nolte, em 1999. Ao longo de sua notável carreira de roteirista, recebeu duas indicações ao BAFTA. Além de Um dia,publicou romances Starter For Ten Understudy.
Fonte: Skoob


E vocês? Estão animados para ver que autor (a) na Bienal?

Eu sou a Mariana Storck e até a próxima!
Beijo!*


Curta nossa Page no Facebook  ❤  Siga-nos no Instagram  ❤  Inscreva-se na Tv Portão Azul

4 comentários:

  1. Ahh eu amo esse autor, quando eu li Um Dia, a história me marcou muito, e lembro-me muito bem dela, coisa difícil, na verdade. Já tinha visto esse livro, mas nem sabia que era do autor, agora já me interessei muito mais, haha. Beijos
    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também geralmente não me lembro das histórias, mas essa ficou, não esqueço nunca *-*

      Excluir
  2. Ai mds! Por que mesmo eu fui embora do Rio? Ah é! Lembrei, pra correr atrás dos meus sonhos e tal...
    Tô considerando pegar um vôo pra Bienal, ela tá prometendo tanto! *-*

    <3
    www.julietices.com

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Editado por: Carolina Lopes • voltar ao topo